Capital de Giro – O que é e Como Calcular

Quando pretendemos abrir um negócio, investir determinado valor num empreendimento, não há como escapar dessas duas palavrinhas que são um recurso indispensável para o bom inicio de qualquer negócio. Aliás, eu diria que sem um capital de giro, não há como um negócio ser iniciado, ser empreendido.

Quando os gigantes estão tomando conta de tudo, temos que estudar bem cada passo que vamos dar nesse mundo empreendedor. Então hoje vamos falar sobre o que define o capital de giro, como calculá-lo e como evitar que seu negócio desapareça em meio a concorrência por má administração.

O QUE É CAPITAL DE GIRO

Capital de giro se resume à quantia de dinheiro reservada pelo empreendedor para cobrir seus gastos nos primeiros meses (ou primeiros anos) de vida de sua empresa. Normalmente, uma empresa no seu início fatura muito pouco, portanto, é importante que exista um capital de giro para cobrir os déficits que costumam vir a existir.

É muito importante também que exista um plano de negócios detalhado e que seja especificado nele, a demanda de funcionamento de máquinas, equipamentos, salários e alguns custos fixos para manter o equilíbrio financeiro desejado. No entanto, na maioria das vezes, os primeiros seis meses de vida de uma empresa podem ser muito sofridos na questão da saída de capital.

Pode-se observar pela estatística do Sebrae que a cada dez empresas abertas, seis fecham em cinco anos de vida. E isso se dá muitas vezes, pela má administração do capital de giro. Para que o empreendedor fuja dessa estatística, o melhor caminho é alcançar a administração perfeita para esse capital. Para chegar nessa administração, é necessário principalmente o cálculo do capital que vai girar em torno do negócio.

 Capital de Giro   O que é e Como Calcular

COMO CALCULAR O CAPITAL DE GIRO

Como dito acima, antes de tudo, é preciso ter um planejamento. Nesse planejamento deverá incluir os possíveis gastos que terá nos primeiros meses ou mesmo nos primeiros anos de vida da empresa. Bem como fazer uma reserva de dinheiro para qualquer eventualidade.

Uma sugestão muito interessante é que você se prepare para que nos seis primeiros meses o capital de giro possa cobrir até 70% dos gastos desse período, separando também um capital adicional para cobrir até 50% dos gastos para os próximos seis meses. É aconselhado que faça uma análise critica a cada três meses, para que esse capital não seja consumido totalmente. Aconselho que formule metas de vendas para que possa sempre estar à frente da negatividade do capital.

O grande fator é que se vender mais entrará mais dinheiro em caixa, se vender menos, entrará menos dinheiro em caixa, com isso, logo terá que vender mais, para cobrir as despesas de sua empresa e ainda sobrar um saldo positivo.

Outro fator importante também a se analisar, é que se deve consultar o saldo de recursos financeiros de sua empresa sempre que resolver fazer um investimento em algum item do estoque. Pois, se tomar a decisão de comprar em demasia, a empresa deverá ter uma quantidade maior de recursos financeiros.

Por outro lado, se for tomada a decisão de alongar o prazo para seus clientes pagar pelos serviços (vendas, por exemplo), a empresa também precisará de mais recursos financeiros. Aí é que está o perigo, logo que se precisa de mais recursos, a primeira alternativa é efetuar um empréstimo, o que pode ser a salvação ou a aniquilação da empresa.

FIQUE ATENTO:

  • Esteja atento aos estoques, uma ótima alternativa para a boa saúde financeira de sua empresa é aumentar o giro desses estoques, comprando mais, quando se tiver mais recursos. Quanto maior a necessidade de investimento nos estoques, mais recursos financeiros a empresa deverá ter.
  • Sempre que tiver um saldo positivo em seu caixa, o melhor a fazer é analisar o estoque, e efetuar novos pedidos ou fazer investimentos para melhorar os serviços da empresa.
  • Quer aumentar o capital de giro? A busca por um investidor é uma das alternativas, entre outras também, poderá sair em busca de um sócio capitalista, alguém que aplique dinheiro em seu negócio.

O SEGREDO DO BOM NEGÓCIO

Contudo, o grande segredo de como empreender melhor e garantir sempre a saúde da sua empresa com um saldo positivo e com um capital de giro intacto, é por planejar bem o seu negócio. Como vimos, o capital de giro nada mais é que o montante financeiro que uma empresa dispõe para qualquer eventualidade que possa ocorrer, cobrindo gastos. Para não cair no capital de giro negativo, é preciso saber administrar todo o capital da empresa.

O capital de giro é um fator determinante para o desenvolvimento de uma empresa ou um negócio, portanto fique atento, sempre verifique o momento atual de sua empresa, as faltas e as sobras de seus recursos financeiros. Faça análises de suas decisões tomadas em relação ao preenchimento de estoque, ou investimentos internos. E tudo há de caminhar bem, com a ressalva de que o sucesso dependerá de você mesmo.

[Vídeo Grátis] 17 formas de PENSAR e AGIR dos maiores milionários do mundo!

Stenio Ribeiro

Depois de tanto errar, decidi acertar. Sou Stenio Ribeiro e espero fazer minha parte para contribuir com uma internet melhor. Arrisco-me como empreendedor à esperar o dinheiro cair do céu.

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *